♫     O sol, o sol, vem esquentar

a Terra toda vai brilhar…

 

A criança vivencia o verão com uma entrega total à natureza. É uma época de expansão e descontração. A criança, com pouca roupa, tem a vivência com diversos elementos para explorar o tato, a criatividade, o olfato, equilíbrio, motricidade grossa (subindo nas árvores, correndo, balançando), entrar em contato com os elementos da natureza tais como: água (nos tanques de areia, nos banhos de esguicho), terra (areia para fazer bolos, castelos, riachos, pontes, estradinhas no tanque), o calor no ar e nos pezinhos quando pisam no chão bem aquecido pelo sol.

As crianças estão chegando das férias, já passaram por um período de adaptação no jardim e é nesta época que se começa a instalar um ritmo diário, semanal, mensal (cada época vivenciada) e anual.

Na época do verão, as crianças trazem as vivências das férias: viagens para a praia ou montanhas, casa da avó… Aproveitamos esse conteúdo que já está vivo dentro de cada criança, e fazemos a Roda Rítmica no meio do período. Essa roda é uma seqüência de músicas e versos acompanhados por gestos e movimento de todo o corpo, de acordo com um tema específico.

Nesta época, brincamos bastante em conjunto no tanque de areia, construindo castelos, riachos, etc, fazemos brincadeiras coletivas no parque como a do “Pescador”, onde as crianças “nadam” como peixinhos e não podem deixar o “pescador” (professora) pescá-los. Também fazemos desenho livre, dobradura com papel sulfite em forma de barquinhos que podem ser usados nos riachos do tanque de areia no momento do parque. Outro trabalho coletivo para a sala, são peixinhos de feltro enfeitados com lã de carneiro formando um quadro para enfeite na parede.

Esta época, por ser a primeira do ano, as atividades principais semanais (descritas na proposta pedagógica da escola) vão sendo introduzidas aos poucos na formação do ritmo da criança. No Jardim 1 introduzimos: desenho livre, desafios corporais, jardinagem e modelagem (feitos com massas de pão e pão de queijo). No Jardim 2 introduzimos: desenho livre e criativo, aquarela, trabalhos manuais, modelagem, culinária. As primeiras a serem introduzidas são: desenho e culinária, para que as crianças possam vivenciar mais o brincar livre, formando e fortalecendo relações com o ambiente, com a professora e com os colegas. É importante que o jardim seja um lugar que a criança tenha prazer, segurança e alegria em ficar! E isso as crianças observam no professor para depois imitarem (tanto seus sentimentos como pensamentos e atitudes).

Um pouco mais sobre o brincar livre…

Estimula o desenvolvimento de acordo com a capacidade e maturidade individuais. No brincar ocorre o impulso natural para se tornar adulto, pois, a criança, muitas vezes imita o adulto. Desenvolve a capacidade de adaptar-se, adequar-se, ou transformar o ambiente. A criança procura a atividade lúdica que melhor corresponde as suas necessidades evolutivas momentâneas. A criança domina a própria corporalidade e interage com o mundo. Estimulamos brincadeiras que priorizem os quatro elementos: calor ou fogo, água, ar e a terra. As bonecas e bonecos, são confeccionadas à imagem do ser humano (a cabeça dura e imóvel, os membros macios e móveis). Elas transmitem calor por serem feitas de material natural e sua expressão permite que as crianças possam usar livremente a imaginação, pois elas não apresentam expressões duras e acabadas.

Musicas da Época:

  1. Riacho (verão )

Em um riacho claro e branquinho,

vai nadando um lindo peixinho,

vai nadando um lindo peixinho.

Vai saltando e mergulhando,

vai saltando e mergulhando.

Balança e descansa,

Balança e descansa.

E vai lá pro fundo do rio.

 

  1. Palminhas ( adaptação )

Palminhas, palminhas,

Nós vamos bater

Depois as mãozinhas

Pra trás esconder (2x)

Bem fraco, bem fraco, nós vamos bater

Depois as mãozinhas

Pra trás esconder (2x)

Bem forte, bem forte, nós vamos bater

Depois as mãozinhas

Pra trás esconder(2x)

Pra trás, pra trás, nós vamos bater

Depois as mãozinhas

Pra trás esconder (2x)

Pra baixo, pra baixo, nós vamos bater

Depois as mãozinhas

Pra trás esconder (2x)

 

  1. Pesico e Pesaco ( adaptação )

Pesico e Pesaco, dois anõezinhos

que moram num saco.

Pesico tem chapéu vermelho e

Pesaco tem fita branca na cabeça.

Todos os dias eles saem do saco,

se abraçam e brincam.

Eles vão à floresta para buscar lenha

e lá encontram seus amiguinhos.

Bom dia Senhor Macaco!

Como vai tamanduá?

Olá querido quati.

Olhe quem está aqui!

É o bem-te-vi, bem-te-vi.

Até que surge uma onça,

que dá um urro!!!

E todos correm para suas casinhas.

E Pesico e Pesaco correm para o saco.

Crianças prestem toda atenção…

Neste saco tem um buraco e lá se vê

Pesico e Pesaco.

 

  1. Igrejinha (adaptação )

Esta é a igrejinha, esta é a sua torrinha

Abre a porta não tem ninguém

É dia de semana ó meu bem.

Esta é a igrejinha, esta é a sua torrinha

Abre a porta, quanta gente!

É domingo, estou contente.

Este aqui é o sacristão

O nome dele é Sebastião

Vai subindo o escadão

E bate o sino dim, dim, dom, dom…

 

  1. Peixinho ( verão )

Tem um peixinho no aquário colorido e brincalhão

Gira, gira, tchum que mergulho! Só pra chamar atenção! (2x)

Tem um peixão no aquário colorido e brincalhão

Gira, gira, tchum que mergulho! Só pra chamar atenção! (2x)

 

  1. Jacaré (gestos com as mãos)

Jacaré passeando na lagoa (2x)

Viu um peixinho

Abriu o bocão

Mostrou os dentões

Comeu? Não!

Jacaré passeando na lagoa

Jacaré passeando na lagoa

Viu outro peixinho

Abriu o bocão

Mostrou os dentões

Comeu?… Comeu!

Mastigou e engoliu

Glupt!!!

 

<Retornar

A época do Verão