“Tardes azuis e serenas, folhas douradas no chão…
Doce brisa sussurrante, verde ausente, sono profundo…”

Estar atento e celebrar as estações do ano nos conectam com o mundo e com toda a natureza. Pois a natureza está na base de nossa cultura e da nossa sobrevivência. Temos de ajustar a nossa existência, de acordo com as forças naturais, pois ela está profundamente arraigada em nós.

As festas sazonais marcam a mudança da luz, a relação da Terra com o Sol, a ligação com aquilo que é universal no ciclo do ano. As forças cósmicas se apresentam nas quatro estações do ano. As estações são como a respiração da Terra e ajudam o ser humano na busca do seu equilíbrio.

No outono os ventos são mais frequentes, derrubando as folhas das árvores que perderam seu verde intenso, dando lugar a lindos tons de amarelo e laranja. É época de colheita, muitas frutas aparecem, trazendo um equilíbrio especial. É como um momento de pausa, entre a expansão do verão, e a contração do inverno.

beeswax-leaves-tutorial-5-of-5

Nesta época a terra começa a dormir e o desejo da alma é regressar à sua vida interior, ir para dentro. A alma humana acorda e o homem fica atento ao que está acontecendo no mundo. Neste momento temos que acordar para o conhecimento da natureza e da atividade espiritual que está por detrás dela. É tempo de recolhimento…

No Jardim-de-Infância, nessa época, cantamos e contamos muitas histórias sobre anões e gnomos que vivem em florestas encantadas, que trabalham e lapidam pedras, histórias sobre pedras preciosas, e a tudo que está ligado à terra. É tempo de observar a natureza, de ver as folhas caírem, de encontrar casinhas de anões pelo gramado, os tão curiosos cogumelos! É tempo de contemplar…

Trazer para a criança, em seu dia-a-dia, a vida da Natureza, as suas constantes mudanças e transformações, é um meio de trazer a força motriz da vida da Terra.

Época do Outono