(Época de expansão)

♫ A primavera vem chegando
Pintando toda natureza
É o sol, é o sol,
É o sol que traz toda beleza ♫

Na primavera, pouco a pouco a terra começa a exalar, os dias vão ficando mais quentes e as sementes que caíram no outono e adormeceram no inverno surgem com toda força. Após o solstício a terra toda desperta. É chegada a hora de florescer! E em nós também desabrocha uma força interna de coragem e humildade, impulsionando uma atuação no mundo de forma mais plena e consciente.  É a chegada da primavera, que junto com a época de Micael simboliza a vitória da luz sobre a escuridão.

Despertamos pela manhã com o Sol, escutamos o gorjeio dos sabiás, e vemos lindos ipês desabrochando.  A Primavera é uma época de deslumbramento e dádiva. É a celebração da fertilidade nas várias manifestações de vida e acolhimento da luz que vai aumentando. A natureza ganha forma, cor e estrutura e isso dá segurança, estabilidade e alegria, alimentando o encontro e a criação de laços com os outros.

Assim como a natureza desperta de seu adormecer, sentimos também o desabrochar da primavera em nossas almas. Que busca atuar, concretizando as transformações necessárias para a nossa evolução espiritual.

É o começo de um novo ciclo que nos torna mais otimistas, observadores e determinados. A primavera nos convida ao movimento, traz clareza aos nossos pensamentos, permitindo romper padrões antigos e nos preparando para um novo caminho. Portanto, nessa época, temos a oportunidade de reconhecer em cada dia, uma nova oportunidade para crescer e reflorescer.

Podemos ver essa transformação no ambiente e também nas crianças e como elas estão mais conectadas à natureza. Junto com a luz, a brisa mais quentinha e o canto dos pássaros, as crianças despertam, ficam mais leves, mais alegres e com mais movimento.

A alma parece transbordar de alegria pela magia das cores. As abelhas começam seu trabalho de voar de flor em flor. E com as crianças, cantamos e agradecemos à natureza por tantos presentes!

Nessa época deixamos a escola toda colorida, com vitrais de flores secas nas janelas, flores nas mesas, as amoras começam a aparecer no parque, nosso ipê rosa floresce e depois vemos um tapete de flores rosa no gramado.

Na roda rítmica trazemos músicas, gestos e imagens dessa época. No parque, penduramos lãs coloridas e observamos os passarinhos levarem para construírem seus ninhos.

E essa época culmina em um dia festivo no qual as famílias vão à escola para confeccionar coroas de flores naturais e plantar mudas de flores ou ervas. As crianças fazem a Roda Rítmica, as mães participam com danças circulares utilizando fitas de cetim coloridas,  e os pais finalizam jogando uma chuva de pétalas de rosas sobre as crianças que estão no centro da roda.

E assim celebramos essa época tão especial, que naturalmente nos leva a querer atuar no mundo com leveza, alegria e encantamento!

Texto escrito por Sabrina Iamamoto

Época da Primavera